Creation Science News


Descoberta: interior da Terra tem tanta água como todos os oceanos juntos
21/03/2014, 6:52 PM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Diamante brasileiro indica reservatório de água imenso no fundo da Terra

O cientista Graham Pearson confirma a presença de quantidades imensas de água estão aprisionadas em uma zona entre 410 e 660 km abaixo da superfície,, entre as camadas superior e inferior da Terra.

O cientista Graham Pearson confirma a presença de quantidades imensas de água estão aprisionadas em uma zona entre 410 e 660 km abaixo da superfície,, entre as camadas superior e inferior da Terra. (Imagem: University of Alberta)

(Reuters – Por Will Dunham) – Um diamante marrom, de aparência suja e sem valor comercial encontrado no Brasil, está proporcionando informações sobre a composição de uma camada profunda de nosso planeta.

O diamante contém um mineral chamado ringwoodite, que absorveu uma quantidade significativa de água, relatou uma equipe internacional de cientistas nesta semana.

Amostra de diamante JUc29, procedente de Juína, no Mato Grosso, contém o mineral ringwoodite, que absorve água; formato de diamante foi esculpido por fluidos corrosivos do manto terrestre. (Foto: Richard Siemens, University of Alberta/Divulgação)

Amostra de diamante JUc29, procedente de Juína, no Mato Grosso, contém o mineral ringwoodite, que absorve água; formato de diamante foi esculpido por fluidos corrosivos do manto terrestre. (Foto: Richard Siemens, University of Alberta/Divulgação)

A descoberta do mineral rico em água indica que quantidades imensas de água estão aprisionadas em uma zona entre 410 e 660 km abaixo da superfície, entre as camadas superior e inferior da Terra, disseram os pesquisadores.

O ringwoodite é uma forma do mineral peridoto, que se acredita existir em grande quantidade sob enorme pressão debaixo da Terra. Descobriu-se que o mineral contém 1,5 por cento de seu peso em água.

“Esta amostra realmente fornece uma confirmação muito forte de que há trechos úmidos locais no fundo da Terra nesta área”, afirmou o cientista de diamantes Graham Pearson, da Universidade de Alberta, que liderou a pesquisa publicada no periódico Nature.

“Aquela zona da Terra em particular, a zona de transição, pode ter tanta água quanto todos os oceanos do mundo juntos, declarou Pearson em um comunicado.

Descoberta interior da Terra tem tanta água como todos os oceanos juntos3Essa água não está na forma de oceanos líquidos subterrâneos, e sim aprisionada nos minerais, disseram os cientistas.

O diamante, formado nas profundezas do solo, foi descoberto em 2008 em Juína, no interior do Mato Grosso, onde os mineradores o encontraram entre o cascalho de um rio pouco profundo. Ele foi transportado para a superfície do planeta por uma rocha vulcânica conhecida como kimberlito, segundo os pesquisadores.

Os ringwoodites têm sido visto em meteoritos, mas esta foi a primeira amostra terrestre encontrada, afirmaram, porque é difícil demais fazer trabalho de campo científico em profundidades extremas.

Há um debate em andamento entre alguns cientistas sobre a composição da zona de transição da Terra e se está repleta de água ou não. Determinar que existe água lá tem implicações para o estudo do vulcanismo e das placas tectônicas, de acordo com os pesquisadores.

“Uma das razões de a Terra ser um planeta tão dinâmico é a presença de alguma água em seu interior,” disse Pearson. “A água muda tudo no funcionamento de um planeta”.

Reuters – Brasil

Referências:

1. “Rare mineral points to vast ‘oceans’ beneath the Earth” (University of Alberta, March 12, 2014)

2. D. G. Pearson, F. E. Brenker, F. Nestola, J. McNeill, L. Nasdala, M. T. Hutchison, S. Matveev, K. Mather, G. Silversmit, S. Schmitz, B. Vekemans & L. Vincze “Hydrous mantle transition zone indicated by ringwoodite included within diamond” (Nature, 507, p. 221–224, 13 March 2014, doi:10.1038/nature13080)

ABSTRACT:

The ultimate origin of water in the Earth’s hydrosphere is in the deep Earth—the mantle. Theory and experiments have shown that although the water storage capacity of olivine-dominated shallow mantle is limited, the Earth’s transition zone, at depths between 410 and 660 kilometres, could be a major repository for water, owing to the ability of the higher-pressure polymorphs of olivine—wadsleyite and ringwoodite—to host enough water to comprise up to around 2.5 per cent of their weight. A hydrous transition zone may have a key role in terrestrial magmatism and plate tectonics, yet despite experimental demonstration of the water-bearing capacity of these phases, geophysical probes such as electrical conductivity have provided conflicting results, and the issue of whether the transition zone contains abundant water remains highly controversial. Here we report X-ray diffraction, Raman and infrared spectroscopic data that provide, to our knowledge, the first evidence for the terrestrial occurrence of any higher-pressure polymorph of olivine: we find ringwoodite included in a diamond from Juína, Brazil. The water-rich nature of this inclusion, indicated by infrared absorption, along with the preservation of the ringwoodite, is direct evidence that, at least locally, the transition zone is hydrous, to about 1 weight per cent. The finding also indicates that some kimberlites must have their primary sources in this deep mantle region.

—————————————————-

COMENTÁRIO NOSSO:

Por Daniel Froes Zordan

Está informação corrobora com o grande dilúvio de Noé quando diz que “naquele mesmo dia se romperam todas as fontes das grandes profundezas […] E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos. […]  E prevaleceram as águas sobre a terra cento e cinquenta dias.” (Gênesis 7)

A narração do dilúvio bíblico descreve que as águas vieram – não somente da chuva,  como muitos pensam – mas do subsolo. A teoria criacionista propõe que boa parte das águas que estão nos mares, oceanos e rios vieram do subsolo – tendo como causa um dilúvio universal.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: