Creation Science News


Teoria Orch OR: descoberta de vibrações quânticas cerebrais apoia teoria controversa sobre a consciência
24/01/2014, 11:00 PM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Teoria Orch OR descoberta de vibrações quânticas cerebrais apoia teoria controversa sobre a consciência

Uma das hipóteses para explicar a consciência mais controversas surgidas nos últimos 20 anos foi criada pelo físico-matemático Sir Roger Penrose. Segundo ela, a consciência seria o resultado de fenômenos quânticos acontecendo ao nível dos neurônios.

Esta hipótese ou teoria tem sido muito criticada. Um dos problemas alegados seria que o cérebro é um ambiente muito úmido, quente e ruidoso para que fenômenos como coerência quântica se manifestem. No entanto, já foram demonstrados fenômenos quânticos na orientação das aves, na fotossíntese, e no nosso sentido olfatório.

Em uma revisão de 20 anos da teoria “Orch OR” (Orchestrated Objective Reduction, ou Redução Objetiva Orquestrada), os autores Stuart Hameroff e Sir Roger Penrose afirmam que, das 20 previsões testáveis da teoria, 6 foram confirmadas, e nenhuma foi refutada.

A mais recente confirmação, segundo os autores, foi a descoberta de vibrações quânticas em microtúbulos dentro dos neurônios. A descoberta, realizada por um grupo de pesquisadores liderados por Anirban Bandyopadhyay, do Instituto Nacional de Ciências Materiais em Tsukuba, Japão (e atualmente trabalhando no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA) sugere que os ritmos observados em eletroencefalogramas (EEGs) derivam de vibrações em microtubos.

Outro trabalho, feito pelo laboratório de Roderick G. Eckenhoff, na Universidade da Pensilvânia (EUA), sugere que a anestesia, que desliga de forma seletiva a consciência, ao mesmo tempo que mantém as atividades não conscientes do cérebro, [2]também atua via microtúbulos nos neurônios cerebrais.

Os microtúbulos, vibrando na frequência de megahertz, acabam gerando padrões de interferência, ou “batimentos” em frequências menores, batimentos estes que aparecem nos EEGs. Em testes clínicos, o cérebro foi estimulado com ultrassom transcraniano, e foram relatadas melhoras de humor, que talvez venham a ser úteis no tratamento de Alzheimer e danos cerebrais no futuro.

Os autores Hameroff e Penrose afirmam que, depois de 20 anos de críticas céticas, “a evidência agora claramente apoia a Orch OR”. Eles acreditam que tratar as vibrações dos microtúbulos cerebrais poderá trazer benefícios a várias funções mentais, neurológicas e cognitivas.

Hype Science

Referências:

  1. Stuart Hameroff and Roger Penrose “Consciousness in the universe: A review of the ‘Orch OR’ theory” (Physics of Life Reviews, 2013 DOI: 10.1016/j.plrev.2013.08.002)
  2. Stuart Hameroff, MD, and Roger Penrose “Reply to criticism of the ‘Orch OR qubit’–‘Orchestrated objective reduction’ is scientifically justified” (Physics of Life Reviews, 2013 DOI: 10.1016/j.plrev.2013.11.00)
  3. Stuart Hameroff, Roger Penrose “Consciousness in the universe” (Physics of Life Reviews, 2013; DOI: 10.1016/j.plrev.2013.08.002)

————————————————————

NOTA: Para Stuart Hameroff e SirRoger Penrose, a mecânica quântica explica conceitos como alma e experiências de quase-morte. Eles consideram que a nossa consciência transcende a simples interação neural, apoiada pela teoria neurológica tradicional. Hameroff considera que consciência faz parte do próprio universo, desta forma, pode continuar a existir mesmo após a morte biológica. A ideia foi proposta em 1996 e a teoria quântica vem sofrendo fortes confirmações da ciência experimental. Os paradigmas parecem realmente estar mudando. É uma questão de tempo.


13 Comentários so far
Deixe um comentário

Ainda creio que a alma e a consciência são entidades imateriais que manifestam pelo nosso corpo material, nossas características imateriais.
Reações químico/físicas elétricas no cérebro, são apenas consequências da vontade em ação desta alma/consciência – o motor dos seres humanos.

Apesar desses eventos estarem dentro do universo, não fazem parte do universo material com suas leis e constantes físicas. É bom lembrar:
elementos químicos não tem vida em si mesmos…

Comentário por Cícero

CORRETO!!! Pois de uma coisa é certa: Tudo que não é matéria não pode morrer ou deixar de existir. Alma não é matéria – é energia – mas também não é energia física. É energia Divina, um pedacinho de D’us dentro de nós.

Alma (Nephesh/Neshemah) é Energia Divina; é existência além da matéria. É a nossa parte que não morre, não deixa de existir após a morte da matéria (corpo). Não pode ser vista.

A matéria é a roupa da alma. Tire a alma e a roupa cai, morre.

Não podemos dar uma definição concreta do que é alma, pois ela não é uma entidade concreta mas abstrata.

Alma é como a “energia escura”, os físicos sabem que existem, mas não conseguem detecta-las e observa-las. A energia escura escapa a observação científica. Se a energia escura escapa das observações porque a alma não escaparia?

Comentário por Daniel F. Zordan - Creation Science News

Sr Daniel tudo isso nao paas de besteira .vc ou alguem ja viu uma alma como vcs podem provar a existencia da alma se nao pode provar?

Comentário por branco777

E acaso vc já viu o vento, a gravidade, a radiação???
E acaso os elementos químicos (matéria) do corpo humano teriam vida em si mesmos???

Comentário por Cícero

A alma e iiso ou e aquilo que monte de besteira . Quem ja viu uma alma ? Pra poder provar seje uma materia escura

Comentário por branco777

Este blog so tem um monte de mentiras e besteiras coisas que nao existe . como vc pode postar estas bobagem KKKKKKK

Comentário por branco777

extra terrestre que mentira ,alma quem ja viu? escritas antigas tudo bobagem .o Homem sempre mentiu e sempre continura mentindo e escrevendo bobagem em quanto tiver pessoas burras para acreditar

Comentário por branco777

E se eu falar que vi uma alma ,e um monte de marcianos ,e que a biblia e verdadeira, e que posso curar pessoas e tenho poder sobre natural e tenho uma estatua de uma deusa poderosa vc acreditaria?KKKkkkkkkkk

Comentário por branco777

Pois é… se você disser que sua mulher te ama e que é fiel, eu diria que você acredita em conto de fadas. Ou seja, a crença parte de um pressuposto daquilo que você viveu, presencia, sente e etc.

Eu não posso afirmar nada, sem que antes eu tenha passado pela mesma situação.

Comentário por JEFFERSON

Como vc dorme a noite com estas bobegem que vc posta ?

Comentário por branco777

Bobagens é o que você vem falar aqui. Sabe o que é um periódico cientifico? Se você sabe o que é isso, não estaria aqui falando baboseiras. Mas caso você saiba, segue abaixo as publicações para você contestar:

Stuart Hameroff and Roger Penrose “Consciousness in the universe: A review of the ‘Orch OR’ theory” (Physics of Life Reviews, 2013 DOI: 10.1016/j.plrev.2013.08.002)

Stuart Hameroff, MD, and Roger Penrose “Reply to criticism of the ‘Orch OR qubit’–‘Orchestrated objective reduction’ is scientifically justified” (Physics of Life Reviews, 2013 DOI: 10.1016/j.plrev.2013.11.00)

Stuart Hameroff, Roger Penrose “Consciousness in the universe” (Physics of Life Reviews, 2013; DOI: 10.1016/j.plrev.2013.08.002)

Comentário por Daniel F. Zordan - Creation Science News

Reblogged this on cristianocotrindade.

Comentário por No Princípio...

Este artigo é muito bom e agradeço ! Fiquei mais atualizado sobre a teoria quântica que abre um leque de conhecimentos para todos os campos científicos. Lamento a falta de humildade em alguns comentários diante de um assunto no qual a ciência está engatinhando ainda. Agradeço também a Daniel F. Zordan pelas informações que passou nos seus comentários.

Comentário por Edmar Goldshimidt




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: