Creation Science News


Arqueólogos apontam novos indícios sobre ressurreição de Jesus
03/03/2012, 2:44 AM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

O cineasta Simcha Jacobovici, coautor do livro, mostra réplicas dos ossuários com símbolos cristãos antigos

Um grupo de arqueólogos e especialistas em assuntos religiosos apresentou em Nova York as conclusões de uma pesquisa que apresenta indícios da ressurreição de Jesus a partir de um túmulo localizado em Jerusalém há três décadas. “Até agora me parecia impossível que tivessem aparecido túmulos desse tempo com provas confiáveis da ressurreição de Jesus ou com imagens do profeta Jonas, mas essas evidências são claras”, afirmou nesta terça-feira o professor James Tabor, diretor do departamento de estudos religiosos da Universidade da Carolina do Norte, um dos responsáveis pela pesquisa.

O túmulo em questão foi descoberto em 1981 durante as obras de construção de um prédio no bairro de Talpiot, situado a menos de 4 km da Cidade Antiga de Jerusalém. Um ano antes, neste mesmo lugar, foi encontrado um túmulo que muitos acreditam ser de Jesus e sua família.

Ao lado do professor de Arqueologia Rami Arav, da Universidade de Nebraska, e do cineasta canadense de origem judaica Simcha Jacobovici, Tabor conseguiu uma permissão da Autoridade de Antiguidades de Israel para escavar o local entre 2009 e 2010. Em uma das ossadas encontradas, que os especialistas situam em torno do ano 60 d.C., é possível ver a imagem de um grande peixe com uma figura humana na boca, que, segundo os pesquisadores, seria uma representação que evoca a passagem bíblica do profeta Jonas.

A pesquisa, realizada com uma equipe de câmeras de alta tecnologia, também descobriu uma inscrição grega que faz referência à ressurreição de Jesus, detalhou à Agência Efe o professor Tabor, que acrescentou que essa prova pode ter sido realizada “por alguns dos primeiros seguidores de Jesus”.

“Nossa equipe se aproximou do túmulo com certa incredulidade, mas os indícios que encontramos são tão evidentes que nos obrigaram a revisar todas as nossas presunções anteriores, (“Grifo nosso”) acrescentou o especialista, que acaba de publicar um livro com todas as conclusões de sua pesquisa, The Jesus Discovery.

O professor reconhece que suas conclusões são “controversas” e que vão causar certo repúdio entre os “fundamentalistas religiosos”, enquanto outros acadêmicos seguirão duvidando das evidências arqueológicas da cristandade.

Anteriormente, essa mesma equipe de pesquisadores participou do documentário O Túmulo Secreto de Jesus, produzido pelo cineasta James Cameron. Na obra, os arqueólogos encontraram dez caixões que asseguram pertencer a Jesus e sua família, incluindo Virgem Maria, Maria Madalena e um suposto filho de Jesus. Segundo o documentário, as ossadas encontradas supostamente apresentavam inscrições correspondentes às identidades de Jesus e sua família, o que acaba reforçando a versão apresentada no livro “O Código da Vinci”, de Dan Brown, o mesmo que indica que Jesus foi casado com Maria Madalena e que ambos teriam tido um filho juntos.

Fonte: Terra

 


13 Comentários so far
Deixe um comentário

Na época de Jesus, já havia outros Jesus, e muito mais depois de Jesus – O Messias Filho de Deus – ter feito todas aquelas obras, sinais e maravilhas; era natural as mães porem esse nome.
Então este túmulo de Jesus, pode ser de qualquer Jesus.
Como saber que realmente era o túmulo do Jesus de Nazaré e o de Maria e o de Madalena e os outros e do seu suposto filho que nem sequer foi examinado?

O túmulo achado perto de Jerusalém era de família classe média-alta e Jesus sabe-se era de família pobre. E era costume enterrar em suas cidades de origem os mortos. Logo, Jesus deveria estar enterrado em Nazaré!

Essas, alegações, achismos, invenções e teorias mirabolantes já estava profetizado que haveria; só vindo a confirmar cada vez mais a veracidade das Escrituras.
E vídeo por vídeo temos o do prof. e arqueólogo Rodrigo Silva refutando em vários pontos o documentário de Cameron: http://www.youtube.com/watch?v=wOCVIe1hsdo

Dan Brown se mostra outro grande charlatão. Daria pra confiar uns 10% de tudo que ele alega, pois prefere pesquisar em fontes extra-bíblicas duvidosas – os apócrifos. Por isso são apócrifos (não inspirados) já analisados seriamente pelos pais da Igreja.

Comentário por Cícero

Só faltava algum cristão acreditar no que dizem estes charlatões interessados em ganhar dinheiro fácil e publicidade as custas dos otários, afinal, se Jesus teria ressuscitado e inclusive mostrado suas chagas aos apóstolos, como haveria ele de ter sido enterrado com a família?

Daqui a pouco vão fazer um exame de DNA nele e dizer que é alienígena, ou tentar cloná-lo…

Comentário por Adriano

Não foi enterrado com a família; pois ressuscitou. Uma das provas é que os romanos não acharam o corpo depois.
É só essa turma do Cameron que inventa isso. Outros arqueólogos e pesquisadores já rejeitaram essa teoria como mostrado no vídeo do Rodrigo acima.

Comentário por Cícero

E aquele desenho do peixe com um homem na boca, haja imaginação, aliás esta estória de Jonas é outra conversa para boi dormir, acredita quem quiser, haja FÉ, né?

Comentário por Adriano

O evento de Jonas tem evidência biológica e científica.

O maior peixe do mundo é o tubarão-baleia que facilmente pode engolir um homem. Este peixe pode chegar a 20 mts. ou mais. Tem a peculariedade de tossir quando engole algo estranho a sua dieta. Foi o que aconteceu com Jonas.
E a bíblia diz que Jonas ficou no ventre e não no estômago do peixe, algo possível também se fosse um cachalote; lembrando que na época não existia a divisião atual da biologia em mamíferos e peixes.

Comentário por Cícero

Caro, se voce afirmasse que foi um milagre total a criativa forma que Deus inventou de torturar o tal Jonas para que ele o obedecesse (inclusive isto não casa bem com a estória do livre-arbitrio, né?) eu teria que aceitar, mas voce dizer que um homem ficar 3 dias e 3 noites no ventre de um tubarão ou de uma baleia e sobreviver “tem evidencia biológica e científica” é demais para mim…

Comentário por Adriano

A questão da evidência biológica e científica; é que está confirmado que existe um animal aquático capaz de engolir facilmente um homem.
É óbvio que o fator milagre estava envolvido no evento, pois foi o próprio Deus que permitiu Jonas passar por esse “aperto” para tratar com ele.

Comentário por Cícero

não está aqui, ressuscitou. Palavras biblicas que provam que Jesus não ficou no tumulo. Inventar, imaginar, td é possivel, mas o Jesus ressuscitado transforma vidas, salva-as do inferno. O jesus do livro de dan brown é terreno, é humano, não salva nem cura ninguem, e essa é a diferença entre o Jesus da Biblia e o jesus do livro de van brown.

Comentário por fernando lobo

Balela, uma coisa é existirem animais grandes o suficiente para engolir um homem, outra é se isto já aconteceu, isto sim seria uma evidência biológica e científica, existe algum caso comprovado de alguem engolido por tubarão ou baleia e que sobreviveu?

E porque voce diz que Deus “permitiu” a tortura de Jonas, acaso não foi o próprio Deus o único responsável direto pelo evento? Não foi ele que enviou a tempestade, fez os homens do navio tirarem a sorte e elegerem o Jonas para jogar no mar, não foi ele que “preparou” o peixe para engolir o infeliz? É como dizer que Deus não seria o responsável por vulcões e maremotos, ou pela chuva que causa deslizamentos…

Comentário por Adriano

Neste site descreve um homem engolido por cachalote e sobreviveu.
http://contandoosnossosdias.blogspot.com/2010/10/jonas-e-o-grande-peixe.html

Sim, foi Deus quem meteu Jonas dentro do peixe para falar com ele! mas note que ele não foi forçado a ir à Nínive. Se ele não quissesse; Deus mandaria outro!

Ahh! sim, é sempre mais fácil atribuir a Deus os desastres naturais que ao homem. O homem é sempre inocente né!!

Comentário por Cícero

Sobre aquele marinheiro engolido pela baleia, é apenas lenda, um pesquisador cristão, Edward B. Davis, professor de ciencia e história em um colégio religioso, interessado em confirmar a estória para ser usada como evidencia para a credibilidade da escritura, fez uma cuidadosa investigação do caso, acessando registros, falando com testemunhas e pesquisando nos livros do navio, alguem que estava no navio falou “There is not one word of truth in the whale story”, inclusive ele escreveu dois livros sobre o assunto, como consta neste site: http://www.edwardtbabinski.us/articles/swallowed_by_whale.html

Quanto a Jonas não ter sido forçado a ir a Nínive, sei, ele foi porque quis, né, mudou de idéia depois da tortura, puro livre-arbitrio, mais ou menos como em Jeremias 18:11, onde Deus “sugere” aos israelitas que andem na linha ou serão castigados, puro livre-arbitrio tambem, e em Exodo 4:11 fica bem claro sobre quem é o responsável por algumas coisas…

Comentário por Adriano

OK! não sabia que era uma Estória.
De qualquer forma já foi provado que um ser aquático pode engolir um homem tranquilamente.

Jonas foi interpelado pela 2ª vez por Deus depois de sair do peixe. “Dispõe-te, e vai à grande cidade de Nínive, e prega contra ela a mensagem que eu te digo.”
Tanto Deus como o próprio Jonas sabiam da brilhante capacidade missionária dele. Mas como da 1ª vez ele simplesmente poderia ter ignorado e tomado outro caminho.
Deus não iria mandar anjos forçando-o a se dirigir a Nínive.

O erro clássico dos céticos é não analisar o contexto da passagem, e isolar o versículo como no caso dos israelitas em Jr 18:11. Quando os v.8,9,10 diz:
” Se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
No momento em que falar de uma nação e de um reino, para edificar e para plantar,
Se fizer o mal diante dos meus olhos, não dando ouvidos à minha voz, então me arrependereido bem que tinha falado que lhe faria.”

O homem colhe aquilo que planta, toda escolha tem um preço. Conforme a atitude do homem, Deus age para corrigi-lo ou abençoá-lo.
Os judeus estavam andando num caminho perverso e de pecados, então era justo serem punidos para disciplina.
Hoje não é diferente, experimente desobedecer as leis de trânsito ou outras leis federais e civis!

Em Ex 4:11 se refere à onisciência de Deus, contudo, conhecer não significa que ele irá interferir em nossas decisões, a menos que peçamos para Ele intervir.

Deus criou as criaturas boas com uma qualidade chamada livre-escolha, e é bom ser livre, mas com a liberdade vem a possibilidade do mal, então Deus é responsável por tornar o mal possivel, mas as criaturas livres são responsáveis por torná-lo REAL.
Por acaso seria justo forçar você, a crer em Deus? Somente pelo seu próprio interesse de conhecê-lo que é a forma justa.

Livre arbítrio nos concede liberdade, mas isso não significa irresponsabilidade. O apóstolo Paulo disse “posso todas as coisas, mas nem tudo convém”

Assim Deus nos deixa livre para segui-lo ou não. Se os ateus querem ficar longe de Deus agora, assim será na eternidade certamente com seu desejo realizado!

Roubar dos homens sua liberdade e dignidade, levando-os à força para o céu e a contra gosto seria um “INFERNO” pra eles, já que não pertencem ao lugar onde todos adoram e amam a Pessoa que eles mais queriam evitar!
No final só haverá dois tipos de pessoas: aquelas que dizem a Deus “que seja feita a tua vontade” e aquelas que Deus diz: ”que seja feita a tua vontade”.

Comentário por Cícero

Caros amigos, ainda que tenha sido um história inverídica sobre o homem engolido pelo cachalote, Vocês ignoram alguns fatos sobre peixes gigantes. Em 1912, foi arpoado um peixe na Flórida, EUA, que mediu 13,68m de comprimento e sua gargante tinha 77 centímetros de altura por 95 cm de largura! Um homem poderia entrar e sair tranquilamente do peixe. Outros peixes monstruosos hoje extintos poderiam estar vivos na época de Jonas como o Leedsichthys problematicus que media 30 m de comprimento e pesava 80 toneladas talvez o maior peixe que já existiu!(esse negócio de estar extinto a milhões de anos é balela da teoria da evolução, um exemplo mais simples? o Celacantos).
E concernente a este vídeo, não prova nada, pois o meu Jesus é Senhor e está vivo, nada poderá apagar a chama que está dentro de mim, Ele mesmo já havia dito que apareceria outros cristos e que poderiam enganar a muitos. Jesus está vivo em mim, assim como o ar que nós respiramos todos os dias.
O sr. Cameron só quer faturar encima da ignorância alheia, não interessa a ele o ser humano, nada de políticas ambientais aqui na Amazônia, só quer mesmo é faturar e faturar com a máscara de ambientalista salvador do planeta.
E de Dan Brown nem preciso comentar nada.
E ao companheiro murmurador com máscara de cão, Deus é soberano. Sua vontade está acima da nossa. Cabe somente a Ele decidir sobre nossas vidas. Esse papo de livre arbítrio é coisa de homens, Deus continuará soberano quer você aceite ou não. A sua opinião de homem murmurador não pode mudar nada no universo físico e bem estabelecido paralelo as ideologias humanas e irracionais a cerca do Criador.

Comentário por Francisco Prestes




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: