Creation Science News


Um dos mais antigos dinos com pena seria da cor preta, diz estudo
04/02/2012, 4:50 AM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Ilustração do Archaeopteryx

[Entre colchetes: Comentários de Daniel F. Zordan] Um novo estudo sugere que o arqueopterix, considerada uma das mais antigas “aves” (alguns se referem a ele como um dinossauro bípede dotado de penas) a viver sobre a Terra, era preto.

Publicada na edição do dia 24 de “Nature Communications”, a pesquisa feita pelos cientistas da Universidade Brown, em Rhode Island (EUA), indicou que tanto pássaros da atualidade quanto o arqueopterix compartilham a mesma estrutura de pigmentos que dá cor aos bichos.

Para chegar a essa análise minuciosa, o pesquisador Ryan Carney e equipe utilizaram um scanner especial na Alemanha.

Fóssil do Archaeopteryx

O aparelho mostrou que a pena do arqueopterix continha melanossomos (contêm melanina, uma proteína que determina a pigmentação de uma parte do corpo de um ser vivo) mais próximas de aves pretas do que das cores marrom ou cinza.

O grupo chegou a essa descoberta depois de compararem melanossomos de cerca de 87 espécies de pássaros modernos.

A investigação também indica que a pena fossilizada era rígida, o que poderia ajudar o dinossauro a voar.

“Eu realmente acredito que a pena do Archaeopteryx lithographica [nome científico do arqueopterix] era preta”, diz o paleontólogo Lawrence Witmer.

Witmer, que é da Universidade Ohio e não participou do estudo atual, mas está envolvido em trabalhos com fósseis da espécie, acrescentou: “Mas é difícil de dizer como o resto do animal se parece.” [Parabéns pela sinceridade e honestidade! São poucos os paleontólogos que possuem ética na ciência (ao que diz respeito aos fósseis intermediários). Muitos costumam fazer analogias precipitadas (em alguns casos, fraudes) que, em sua maioria, são desmascaradas por outros pesquisadores que prezam pela ética na ciência – sempre prezando pela honestidade e seriedade. Mesmo sendo difícil dizer como era o Archaeopteryx, alguns cientistas insistem em dar características para o mesmo. Querem provar a evolução das espécies a qualquer custo.]

A pena do arqueopterix foi descoberta em 1861, na Alemanha, poucos anos depois de o livro “A Origem das Espécies”, de Charles Darwin, ser publicado. Acredita-se que o bicho ocupe uma posição intermediária entre dinossauros e aves antigos.

Fonte: Folha

Referência:

1. Ryan M. Carney, Jakob Vinther, Matthew D. Shawkey, Liliana D’Alba, Jörg Ackermann “New evidence on the colour and nature of the isolated Archaeopteryx feather” (Nature Communications, 2012; 3: 637 DOI: 10.1038/ncomms1642)


13 Comentários so far
Deixe um comentário

A paz, Daniel!

Antes de mais nada quero parabenizar o site “creation science news”, pelo seu conteúdo muito útil, imparcialidade nas notícias, etc… É um dos sites criacionistas mais sinceros e verdadeiros que já vi. Parabéns!

No entanto, não posso deixar de dar o meu parecer sobre o Archaeopteryx (do qual possuo bastante conhecimento) – e sobre o seu comentário em verde.

Já foram encontrados vários esqueletos desse animal, e muitos deles com impressões de pluma, aliás uma preservação fóssil incrível. Já se sabia, antes de tal pesquisa, muitíssima coisa sobre o aspecto dessa ave, inclusive sobre a sua capacidade aérea, que não era tão boa assim. A cor é algo que vem pra acrescentar mais dados á esse animal meio ave meio dinossauro. Os argumentos criacionistas contra esse fóssil, porém e infelizmente, tem se mostrado verdadeiras fraudes. No meu site apresentei uma explanação detalhada sobre isso: http://genesisum.blogspot.com/2011/01/mentira-por-tras-do-criacionismo-4-o.html

Aliás, espero que leia os demais artigos do meu site ( http://genesisum.blogspot.com/ ), tem algumas pesquisas interessantes no tema.

Deus abençoe!!

Comentário por Rodrigo Henrique

Rodrigo, parabens pelo seu site, está muito bom, começei a ler e gostei muito, só que não achei nada sobre o Archaeopteryx, onde está?

Comentário por Adriano

Opa, desculpe, falha minha, não ví o primeiro link que voce postou, está lá sim, abraço e parabens novamente.

Comentário por Adriano

A frase original de Lawrence Witmer “I absolutely buy that this Archaeopteryx feather was black, but it’s hard to say what the rest of the animal was like,” refere-se a que em 1861, na Alemanha, foi encontrada apenas uma pena solitária, e não um esqueleto completo, o que não permite classificar a qual das espécies de Archaeopteryx a pena pertence, mas não quer dizer que que ele não saiba como é o animal…

Aliás, este é um bicho dificil de CLASSIFICAR, pois possui todo o corpo coberto com penas, o que certamente o colocaria como uma ave, mas tem um rabo comprido de réptil, dentes de réptil e garras nas asas, o que tambem permite classificá-lo como réptil.

Mas o que se sabe é que dinossauros com penas (e existem vários) apareceram ANTES das aves modernas, e compartilham várias características, assim sugerindo um parentesco.

Comentário por Adriano

Saudações Adriano e Rodrigo Henrique,

O fóssil encontrado em 1861 era “completo”! Como vocês podem ver nessa publicação da Science em Fevereiro de 1993: http://www.sciencemag.org/content/259/5096/764.extract?sid=ebf40468-d7b8-4053-a011-8a04d206bb9a

A matéria diz que desde o primeiro fóssil de Archaeopteryx que foi encontrado na Alemanha, cientistas têm estudo a espécie no intuito de desvendar onde e como ela se enquadra na evolução das aves. “Since the first Archaeopteryx specimen was discovered in Germany in 1861, scientists have been pecking at each other like bantam roosters in an attempt to sort out the creature’s true place in evolution.”

O ornitologista, Alan Feduccia, afirma que o Archaeopteryx é um pássaro:

“Paleontologists have tried to turn Archaeopteryx into an earth-bound, feathered dinosaur,” Feduccia says. “But it’s not. It is a bird, a perching bird. And no amount of |.. Paleobabble’ is going to change that.” [“ Os paleontologistas têm tentado transformar o Archaeopteryx num dinossauro com penas.” diz Feduccia . “Mas não é. É um pássaro, um pássaro empoleirado. E nenhuma quantidade de |.. Paleobabble’ vai mudar isso”.]

Voltando a matéria do mês passado, 24/01…

De acordo com a publicação da ScienceDaily http://www.sciencedaily.com/releases/2012/01/120124113036.htm – A matéria deixa claro que foi através de novas analises e pesquisas no fóssil, que os pesquisadores descobriram que uma pena bem preservada na asa do Archaeopteryx era preta. [Through a novel analytic approach, the researchers have determined that a well-preserved feather on the raven-sized dinosaur’s wing was black.] – Dando ênfase de que essa pena faz parte do fóssil, mesmo sendo uma pena solitária [“Here we report the first evidence of colour from Archaeopteryx based on fossilized colour-imparting melanosomes discovered in this isolated feather specimen.”]

A equipe ainda afirmou que a estrutura da pena do Archaeopteryx é idêntica ao das aves modernas. Essa descoberta mostra que penas e asas das aves modernas que começaram a evoluir há 150 milhões de anos atrás no período Jurássico. [“The team also learned from its examination that Archaeopteryx’s feather structure is identical to that of living birds, a discovery that shows modern wing feathers had evolved as early as 150 million years ago in the Jurassic period.”]

Carney conclui dizendo que “Não podemos afirmar que é uma prova de que Archaeopteryx é um pássaro voador.” [“We can’t say it’s proof that Archaeopteryx was a flier.”]

Conclusão:

Muitos querem afirmar que Archaeopteryx é um elo de transição entre répteis e aves. No entanto, dizem que as estruturas no animal são idênticas ao das aves modernas. Ou seja, tudo indica que o animal é uma AVE, não elo de transição. Uma ave semelhante ao ornitorrinco (que possui similaridades com outros animais)!

O ornitorrinco possui similaridades com muitos outros animais. Mas isso não o torna elo de transição entre eles. Mesmo porque o ornitorrinco não mudou nada desde 112 milhões de anos atrás. http://www.pnas.org/content/105/4/1238.short / http://www.nature.com/news/2008/080121/full/news.2008.517.html

Se não existissem ornitorrincos hoje o que iriam dizer os evolucionistas? Que era elo de transição!

The Peace of God

Comentário por Daniel F. Zordan - Creation Science News


Daniel,

Sobre o ornitorrinco, veja o final da matéria abaixo:
http://genesisum.blogspot.com/2011/12/mentira-por-tras-do-criacionismo-12.html

A idéia de animal mosaico se aplica não só ao Ornitorrinco, mas também ao já extinto Therizinosaurus e ao extinto Chalicotherium, ambos parecendo externamente com a preguiça-gigante da Era do Gelo. Mas não podemos enquadrar o Archaeopteryx, pois a sua estrutura externa identifica-o como transicional. Aliás, basta colocar o esqueleto de um Deinonychus lado a lado com o de um Archaeopteryx para perceber a semelhança da anatomia interna. O ornitorrinco não possui a anatomia interna como a de um pato!

Aliás, você leu o artigo sobre o Archaeopteryx que coloquei?

paz!

Comentário por Rodrigo Henrique

Rodrigo,

Eu li seu blog e achei muito interessante! Vou acompanhar.

Obrigado pelas informações.

Afinal, você é teista ou ateista?

The peace of God

Comentário por Daniel F. Zordan - Creation Science News

Eu sou evangélico, da igreja O Brasil Para Cristo (São Bernardo do Campo – SP)

Eu fiquei 3 anos estudando, sozinho, esse tema (criação X evolução), aliás não sozinho, pedi muita orientação a Deus para que Ele me revelasse a verdade sobre o tema. Descobri muita coisa mesmo, e através desse blog (Gênesis 1) eu compartilho algumas das descobertas que fiz e uma nova proposta para a questão, que vai de encontro com a veracidade bíblica e científica.

Paz do Senhor!

Comentário por Rodrigo Henrique

Eu sou evangélico, da igreja “O Brasil Para Cristo”, de São Bernando do Campo – SP.

Esse site exibe, além de vários estudos sobre o tema, uma nova proposta para o tema que desenvolvi em mais ou menos 3 anos estudando esta área, consultando alguns pastores, cientistas e teólogos para chegar a uma conclusão mais sólida no assunto e, claro, pedindo orientação a Deus, para desenvolver esse estudo á luz da Bíblia. O resultado está no meu blog. Há ainda muita coisa para expor nele, mas o que já tem nele, creio eu, pode esclarecer muita coisa…

Fique na paz!

E você, qual igreja frequenta?

Comentário por Rodrigo Henrique

Daniel, dizer que as penas são IDENTICAS as das aves modernas é de certa forma incorreto, pois embora as penas do Archaeopteryx e de outro animal plumado primitivo, o Confuciusornis tenham o mesmo tamanho e formato que as de um pombo moderno, elas tem a parte central (a ráquis) com um diametro bem menor, o que as torna muito mais fracas, e não serviriam para voar, por exemplo, mas são penas, o que classifica estes animais como aves com caracteristicas de réptil…
Isto segundo http://www.wired.com/wiredscience/tag/confuciusornis/

Agora sobre os fósseis encontrados, voce está fazendo confusão, pois em 1861, Hermann von Meyer cunha o nome Archaeopteryx lithographica baseado em uma única pena preservada em uma placa de calcário litográfico encontrada próxima a Solnhofen, que é esta pena de que trata este artigo.
No mesmo ano, o primeiro espécime parcial foi encontrado próximo a Langenaltheim, tambem na Alemanha.
Isto está em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Archeopteryx e tambem em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22273675

Comentário por Adriano

Aliás, para tirar qualquer duvida sobre a qual pena se refere o artigo, tem uma foto dela incrustrada na rocha em:
http://fossilsandshit.wordpress.com/2012/01/28/did-archaeopteryx-really-have-black-plumage/

Comentário por Adriano




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: