Creation Science News


Eurásia, e não a África, pode ter sido berço da humanidade
10/06/2011, 7:59 PM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Arqueólogos encontram no Cáucaso ferramentas de 1,85 milhão de anos

Ilustração mostra o que seria uma família da espécie Homo georgicus, que era considerada a primeira espécie de hominídeos a habitar a Europa. Novos achados no sítio arqueológico de Dmanisi apontam que a ocupação pode ter começado antes com os Homo erectus (Mauricio Anton/Latinstock)

“Mama África” pode perder o posto de berço da humanidade agora que arqueólogos encontraram artefatos construídos por nossos ancestrais no sítio arqueológico de Dmanisi, na Cordilheira do Cáucaso da Geórgia, no limite da Europa com a Ásia. A descoberta se choca com a convicção de que o Homo erectus primeiro habitou a África e de lá se dispersou pelo mundo.

Pesquisadores acreditavam que o Homo erectus tivesse chegado ao sítio de Dmanisi há apenas 1,7 milhão de anos e que a primeira espécie de hominídeos a habitar a Europa tivesse sido a do Homo georgicus. Mas de acordo com um artigo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences, a ocupação da Eurásia pelos primeiros humanos data de pelo menos 1,85 milhão de anos.

Os fósseis encontrados nas mesmas camadas sedimentares em que os objetos foram achados estão desgastados demais para indicar a espécie exata a qual a população pertenceu – impossibilitando aos pesquisadores saber se, de fato, estes instrumentos pertenceram ao Homo erectus. Fósseis encontrados em outras camadas da região não ajudam muito a solucionar o quebra-cabeça: datados de 1,77 milhão de anos, indicam cérebros muito menores (cerca de 300 a 400 centímetros cúbicos a menos) do que os esperados para um Homo erectus. É possível que os ossos tenham pertencido aos primeiros exemplares da espécie. Seja como for, os artefatos indicam que hominídeos estiveram lá milhares de anos antes.

Agora, pesquisadores da Universidade do Norte do Texas em Denton envolvidos nas escavações em Dmanisi estão defendendo a teoria de que, na verdade, os primeiros homens podem ter primeiro evoluído na Eurásia e depois passado pela África. A prova de que o sítio na Geórgia serviu como habitação permanente – e não uma mera colônia temporária – reforça a hipótese.

Entretanto, a nova teoria parece esbarrar na seguinte questão: se os primeiros hominídeos evoluíram na Eurásia e migraram para a África, por que voltaram depois? Uma das explicações possíveis seria a constante necessidade de buscar alimentos e a liberdade concedida então pela inclusão da carne na dieta. É possível também que epidemias tenham exterminado populações, fazendo com que os poucos sobreviventes tenham procurado outros locais.

Fonte: Veja

Referência:

1. “Homo Erectus: Out of Georgia or Out of Africa?” (Eurasianet.org, June 10, 2011)

2. Reid Ferring, Oriol Oms, Jordi Agustí, Francesco Berna, Medea Nioradze, Teona Shelia, Martha Tappen, Abesalom Vekua, David Zhvania, and David Lordkipanidze “Earliest human occupations at Dmanisi (Georgian Caucasus) dated to 1.85–1.78 Ma” (Proceedings of the National Academy of Sciences, June 6, 2011, doi:10.1073/pnas.1106638108 ) (Em PDF)


5 Comentários so far
Deixe um comentário

África, Éden, Eurásia (Geórgia), qual desses lugares é o berço da humanidade? Já perdi de vista de quantas vezes já mudaram a teoria da origem do homem. Mas algo esta praticamente certa: o homem moderno andava por Israel há 400 mil anos atrás.

A Bíblia nos diz que o homem surgiu na Mesopotâmia (localizado no Oriente Médio, entre os rios Tigre e Eufrates, ocupado pelo atual território do Iraque.) não por acaso, mas através do poder criativo de Deus. Queira ou não, a arqueologia esta desbancando os livros de ciência que são utilizados nos ensinos médios e fundamental de nossas escolas. A arqueologia não vai parar por ai. Em breve teremos muito mais revelações sobre a origem do homem.

O fato é que até agora tudo esta de acordo com as escrituras. Ainda que os céticos afirmem que o homem surgiu na África – a arqueologia esta dando um parecer totalmente diferente – e por incrível que pareça esta rodeando a antiga mesopotâmia.

Daniel F. Zordan

The peace of God

Comentário por creationsciencenews

400 mil anos, não seria um tanto exagerado, visto que temos registros das civilizações mais antigas de no máximo uns 10 mil anos atrás?

Comentário por Cícero

Saudações;

As evidências “cientificas” dizem que a presença do homo sapiens em Israel são mais antigas já registradas anteriormente.

Como disse o pesquisador:

“A datação da caverna mostra que a presença do Homo sapiens nesta parte do mundo é mais antiga do que as outras evidências que tínhamos até então”, afirma Gopher

https://creationsciencenews.wordpress.com/2010/12/29/fossil-de-dentes-em-israel-pode-mudar-teoria-da-evolucao-humana/

Não podemos confundir civilizações com origens! Especialmente quando falamos de ciência e por consequência naturalismo/evolução.

O que eu estava querendo expor é que em ciência, se tratando de evolução, nada é fato. Não é por menos que a cada dia são apresentadas novas teorias.

Mas o que presenciamos hoje é a arqueologia dando novas interpretações, e por sinal, contraria do que muitos propunham.

Por Daniel F. Zordan

A paz

Comentário por Daniel F. Zordan (Creation Science News)

É verdade colega, em se tratando de datas e locais da origem humana a evolusuperstição só atrapalha e confunde, pois não há base científica; aqui mais uma balela dos caras p/confundir:
http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=76161

Comentário por Cícero

Pode ter sido se uma forma ou de outra, pode ter sido em um tempo, ou outro, contanto que seja como quer a Bíblia, não é?

Comentário por Reinaldo Faria Tavares




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: