Creation Science News


Erros na estrutura de proteínas podem ter dado origem as formas de vida complexas, sugere pesquisa
21/05/2011, 6:49 PM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Segundo um estudo, publicado na revista Nature, pequenos erros na estrutura das proteínas podem ter sido os responsáveis pelo aparecimento dos organismos complexos.

Neste estudo, os autores, Michael Lynch, da Universidade de Indiana e Ariel Fernandez, da Universidade de Chicago, focaram-se nas estruturas proteicas. Analisaram 106 proteínas partilhadas por 36 organismos modernos com graus de complexidade muito variados, desde protozoários a humanos.

Os cientistas sugerem que falhas na estrutura das proteínas (‘dehydrons’) podem estar na origem da formação dos organismos complexos. Quando ocorrem estes erros, as proteínas tornam-se mais adesivas quando está na água, o que aumenta a probabilidade de se unirem entre si.

Por outro lado, esta análise mostra também que os organismos com pequenas populações, como os humanos, acumularam mais erros nas estruturas proteicas que os organismos simples com populações muito maiores.

“Tentamos fazer a ligação entre a estrutura proteica e a evolução”, refere Lynch. Este projeto “abriu um novo caminho evolucionário que não existia antes.”

Contudo, os autores sublinham que não estão a argumentar contra a seleção natural. Referem apenas que pode ser auxiliada por mecanismos “não adaptativos”. “Abrimos a ideia de que as raízes da complexidade não têm de residir apenas em argumentos adaptativos.”

Referência:

1. Ariel Fernández & Michael Lynch “Non-adaptive origins of interactome complexity” (Nature, Published online 18 May 2011, DOI:10.1038/nature09992)

2. “Protein flaws responsible for complex life, study says” (BBC News,  19 May 2011)

3. “Errors in Protein Structure Sparked Evolution of Biological Complexity” (Science Daily, 21 May 2011)

COMENTÁRIO:

Por Daniel F. Zordan

“Uma confusão”

Em entrevista à BBC Ford Doolittle, da Universidade Dalhousie concorda que este mecanismo independente da visão de Darwin da seleção natural, é uma consideração importante. Ele compara os darwinistas com os pré-darwinista que antes se maravilhavam com a perfeição da criação de Deus.

Ele chamou o estudo da nature de “importante e interessante”, mas não concorda com o mecanismo que permite aos organismos de recuperar as falhas da proteína.

“Ele está colocando a carroça na frente dos bois”, disse Doolittle sobre a idéia de Lynch de que as mutações posteriores resolvem os problemas levantados pelas alterações da proteína.

“Mas ambos concordamos que grande parte da complexidade não tem uma explicação adaptativa.” diz Doolittle.

Publicação original da BBC News:

‘A mess’

Ford Doolittle of Dalhousie University agrees that this mechanism, separate from Darwin’s vision of natural selection, is an important consideration.

“Darwinists are a little bit like the pre-Darwinists before them, who would have marveled at the perfection of God’s creation,” he told BBC News.

“We tend to marvel at the Darwinian perfection of organisms now, saying ‘this must have been highly selected for, it’s a tuned and sophisticated machine’.

“In fact, it’s a mess – there’s so much unnecessary complexity.”

While he called the Nature study “important and interesting”, he disagrees with the mechanism that allows organisms to recover from the protein flaws.

He has long argued for a “presuppression” mechanism, in which some organisms may have a way to overcome the limited functionality of the slightly damaged proteins, and those that do survive best.

“He’s putting the cart before the horse,” Professor Doolittle said of Professor Lynch’s idea that subsequent mutations solve the problems raised by the protein changes.

“But we both agree that much of complexity does not have an adaptive explanation.”



Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: