Creation Science News


“O Universo não é um filme mudo”, diz astrônoma
05/03/2011, 5:21 AM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Buraco negro

Se o Universo fosse um filme, qual seria sua trilha sonora? A física e astrônoma Janna Levin deu uma amostra dos barulhos [Ouça o som] que os buracos negros fazem no espaço, resultado de uma pesquisa que tenta desvendar os mistérios do Universo.

“Quero convencer vocês de que o Universo tem uma trilha sonora”, disse Levin na primeira palestra a abrir o TED, evento que acontece até sexta-feira com apresentações de especialistas em diversas áreas, na Califórnia.

“O universo não é um filme mudo. Buracos negros podem fazer barulhos como pancadas numa bateria.”

Janna Levin

Levin, autor do livro “Um Louco Sonha a Máquina Universal”, mostrou ao público simulações de sons que ela acredita ser de buracos negros sendo engolidos por buracos maiores. Pareciam batimentos cardíacos, cada vez mais acelerados.

Segundo ela, é verdade que buracos negros engolem tudo, “mas você precisa chegar bem perto”, contou. “É como estar morrendo e ver a luz no final do túnel. Mas aqui você vai morrer mesmo e não vai voltar para contar a ninguém.”

Para Levin, conhecer os sons do Universo é parte da pesquisa para descobrir sua história. “Se fizermos um filme, como foi o Big Bang? Aconteceu apenas uma vez? Existem múltiplos universos? Outras criaturas se perguntando a mesma coisa?”

CAMINHANDO SEM PARAR

Levin acabou deixando mais perguntas do que respostas. E assim também foi a palestrante seguinte, a exploradora Sarah Marquis, que falou por telefone de uma cidadezinha na Austrália.

Faz 20 anos que ela anda pelo mundo, realizando percursos inusitados. No momento, está fazendo a pé 30 mil quilômetros entre a Sibéria e a Austrália.

“Não tenho todas as respostas [de por quê faz isso]”, disse Marquis ao ser entrevistada pelo curador do TED, Chris Anderson. “Sempre que faço uma expedição, eu consigo algumas respostas, mas geralmente volto com mais perguntas.”

Há uma que a persegue, no entanto. “Por que não estamos mais conectados com a natureza? Porque estamos sempre brigando com a natureza?”

Nesta nova aventura, ela contou que se encontrou com povos indígenas que nunca tinham visto antes um branco na vida. “Foi incrível. Incrível para eles também”, disse.

Fonte: Folha

Referência:

1. “Physicist Janna Levin At TED 2011 On The Sound Of Black Holes” (The Huffington Post, 1 march 2011)


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: