Creation Science News


Mistério do Triângulo das Bermudas resolvido
01/10/2010, 12:00 AM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Investigadores explicam por que navios e aviões desaparecem na área

A área geográfica de mais de um milhão de quilômetros quadrados, situada entre Porto Rico, Melbourne (Florida, EUA) e as ilhas Bermudas, foi alvo de especulações durante várias décadas. Essa área, chamada de Triângulo das Bermudas, ocupa uma posição de destaque no registro mundial de mistérios inexplicáveis, por terem desaparecido diversos aviões e navios, especialmente após 1945. Um grupo de cientistas norte-americanos remete os casos a fatos naturais, tal como a libertação de gás metano “do tipo que aquece fornos e ferve água”.

O estudo publicado no American Journal of Physics, pela equipe de Michael Denardo, sustenta o princípio de que a alta atividade vulcânica, existente na zona, liberta borbulhas de gás metano, que quando chegam à superfície da água, aumentam exponencialmente de tamanho e têm a capacidade de interferir e destruir embarcações e aviões que sobrevoem a área, já que os instrumentos se tornariam imprecisos perante a repentina mudança da densidade do ar.

Agora, através de um estudo oceanográfico do fundo do mar – na área do Triângulo das Bermudas e do Mar do Norte entre a Europa continental e a Grã-Bretanha – foi descoberta uma quantidade significativa de hidratos de metano e antigos locais de erupção. Após terem estabelecido a correlação entre os dados existentes, os investigadores imaginaram o que acontece quando as gigantescas bolhas de metano explodissem de dentro das fissuras naturais do oceano. Esta investigação corrobora o artigo anteriormente publicado por Denardo.

Experiência comprovada

Qualquer embarcação, que seja capturada numa mega bolha de metano, perde imediatamente a flutuabilidade e afunda. Se as bolhas são grandes o suficiente e possuírem grande densidade podem derrubar aviões sem que estes se apercebam a tempo do que se vai passar. Quando atingidos por bolhas de metano começam a perder o controlo dos motores e caem.

O princípio explica-se da seguinte forma: “Se misturarmos bolhas de metano na água, reduz a sua densidade de modo a que qualquer coisa que flutue na superfície acabe por afundar”.

A equipe de cientistas norte-americanos colocou a teoria à prova. Para a experiência, provocaram bolhas num copo de água, alimentando continuamente a parte inferior com ar. De seguida, colocaram bolas de pesos diferentes, mas todas as bolas afundaram assim que as borbulhas de gás rebentavam. Este mecanismo poderá explicar o mistério do Triângulo das Bermudas. “Se um fenômeno pode acontecer em laboratório é provável que se reproduza na natureza”, refere Denardo.

Fonte: Salem-News (Inglês) [2]

.
.
Experiência no copo de água.
.
.
.
Documentário na BBC

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: